segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Será Birra?


Desde ontem algo muito intrigante está acontecendo no Reino Alves-Lis: a mais nova demonstração de insatisfação da Su.
Não sabemos dizer se é exatamente uma birra, mas quando algo está fora do padrão que ela esperava, ela tem reagido com um barulho semelhante a...digamos...à força pra fazer o número 2... pois é. E ela fica naquele:

- Gnnnnnnngnnnnnngnnnnngnnnnnnn...

E toda vermelha...mas quando vamos ver, não tem nada na fralda...
Foi aí que passamos a observar que: se tiramos a comidinha antes da hora, ela faz o "Gnnnnnnngnnnnnngnnnnngnnnnnnn", não pegamos no colo a hora que ela quer, ela faz o "Gnnnnnnngnnnnnngnnnnngnnnnnnn" de novo... se não damos atenção, dá-lhe mais "Gnnnnnnngnnnnnngnnnnngnnnnnnn"...
Meio bizarra essa maneira de reivindicar as coisas, né?
"Coincidência" ou não, ela continua tomando suco de laranja e água que é uma beleza...
O próximo passo será ele, o grande, o inigualável, o querido...su-co de ce-nou-ra!!!
Meeeeeeeedo....

Ah, digno de nota: Su já alcança os pés!

sábado, 28 de novembro de 2009

Despedida


Hoje foi o dia da despedida da Inês que, como diarista, estava nas famílias do clã Alves há tantos anos que já perdemos as contas... mais de dez, acredito...
Nesse meio tempo, ela se tornou também uma irmã em Cristo e esperamos que ela se realize com os novos rumos que está tomando. Felicidades!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Hoje...


Nesta tarde Su manifestou gostar que mostrem a língua pra ela...gravamos um videozinho deste momento.
Ela também tomou água à tarde sem fazer careta e, para fechar com chave de ouro, tomou todo o seu suquinho de laranja, o que prova que já está se conformando com o fato de que existe vida além do leite! Uhhhu!!!

Coisas que Você Aprende Assim que se Torna Mãe/Pai:


- Mandar e-mail com uma mão só;
- Almoçar com uma mão só;
- Cozinhar com um pé só, como um saci (o outro pé está empurrando o carrinho do bebê...);
- Tomar um banho muito bem tomado em 5 minutos (com lavagem de cabelo - sem lavar, aí bastam 3 minutos);
- Ser o centro das atenções ao entrar em uma loja/restaurante/shopping e não se incomodar;
- Responder de cor e salteado a idade do bebê (perguntam isso todos os dias, impossível esquecer - rs) e não dar bola para os comentários posteriores: "Deste tamanho?", "Que grande!", "Que pequena!", "Que miudinha!", "Que enorme!";
- Compor músicas;
- O fato de que roupinhas com fecho entrepernas são as melhores;
- Não estranhar quando desconhecidos abordam você para ver ou perguntar sobre o bebê;
- Priorizar supermercados que possuam modelos de carrinho compatíveis com o bebê-conforto;
- Não abrir uma garrafa de refrigerante perto do bebê dormindo;
- Segurar/controlar o espirro perto do bebê;
- Tirar o adesivo das fraldas sem fazer barulho;
- Constatar que peso de porta é um item fundamental;
- Atender ao telefone e ao interfone quase na velocidade da luz;
- Destituir-se de todo e qualquer nojo do nº1, nº2, babas, golfadas e afins;
- Celebrar quando o bebê faz o nº 2 ANTES da família sair;
- Ficar alerta quando o bebê não faz o nº2 antes da família sair;
- Festejar o arroto do bebê;

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Pequeno Glossário Familiar


Para quem não está a fim de pensar em laços muito emaranhados:

Concunhados- pessoas que têm sogros em comum. Simples assim.

(Se você está a fim de pensar, ok, vamos lá: NÃO, o irmão do cônjuge do seu irmão NÃO é concunhado. É alguém com quem você tem sobrinhos em comum, mas ainda não inventaram um termo para este laço específico.
Seu concunhado é o cônjuge do irmão do seu cônjuge, por isso concunhados partilham do mesmo sogro e/ou mesma sogra. Não complique!)

Primos em 1º grau - pessoas que têm avós em comum. Pronto, cabou...
Primos em 2º grau - filho do seu primo em 1º grau e/ou primo em 1º grau do seu pai/mãe.
Primos em 3º grau - pessoas que têm bisavós em comum. E/ou netos do seu primo em 1º grau. E/ou os primos em 1º grau do seu avô.
Primos em 4º grau - fica mais fácil considerar que é o filho do seu primo em 3º grau e/ou primo em 3º grau do seu pai/mãe. E/ou os primos em 1º grau do seu bisavô. E/ou netos do seu primo em 2º grau. E/ou bisnetos do seu primo em 1º grau.
Primos em 5º grau - pessoas que têm trisavós em comum. E/ou trinetos do seu primo em 1º grau. E/ou os primos em 1º grau do seu trisavô.

Por que toda essa explicação? Porque dia desses, fuçando em sites de busca para descobrir dados sobre meus antepassados paternos, deparei-me com um trineto perdido do meu trisavô. Tivemos que fazer um cálculo doido pra concluirmos que somos primos em 5º grau.
Sendo assim, o glossário ajuda.
É interessante observar que primos em 1º, 3º e 5º grau têm "normalmente" a mesma faixa etária.
E primos em 2º, 4º e outros graus pares têm "normalmente" faixas etárias diferentes.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Ju e Su


A Ju é uma menina super fofa e educadíssima que, sempre que nos vê na igreja, corre para nos cumprimentar. Domingo passado ela pegou a Su no colo pela primeira vez...ah, Ju, se você fosse uns 10 anos mais velha...certamente seria uma bela candidata a considerarmos para babá...

Primeiro Programa Cultural



Su foi ao seu primeiro programa cultural no sábado passado para prestigiar a tia Fer em um espetáculo musical.
É claro que ela não encarou a programação inteira e se ressentiu por causa do barulho das palmas (teatro e cinema, definitivamente, não são lugares para crianças - gera muito stress pra elas e pra quem está em volta e quer assistir à programação), mas a vovó se ofereceu para pajear a pequetita no hall do teatro, então tá valendo... no fundo, no fundo, os que assistiram ao estetáculo foram o papai e a mamãe... rs

Mesversário de Novo! Eeee!







Nossa mocinha já está com 4 meses! Ganhou um tapetinho de atividades da vovó, um chocalho do vovô e um bodyzinho e uma tiara do papai e da mamãe. Sorriu para várias fotos,tentou comer coxinhas e tomou (ou tentou tomar) seu primeiro suquinho de laranja lima... presente de Deus!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Resumo da Semana






Su aprendeu a beliscar. Agora agarra tudo com força e aos beliscões.
Também aprendeu a não atender a um chamado quando não está a fim...rs...é mole?
Em 90% das vezes ela atende pelo seu próprio nome. É que repetimos tantas vezes por dia que ela já entendeu que aquela palavra só pode ser o nome dela...
Mas...em certas ocasiões em que a chamamos insistentemente e ela está a fim de aprontar, ela faz cara de alface e não nos olha, fica mirando o infinito... e quando fazemos uma palhaçada pra ela rir, ela fica segurando o riso. E se obrigamos a pituca a olhar pra nós, se tentamos virar o rostinho dela na nossa direção, inútil: ela não se move, que pescoço forte esse...rss
Tem gostado muito de passear e agora está tomando sol com protetor solar específico para bebês.
Aliás, como tem feito bastante calor na cidade nas últimas 2 semanas, Su tem mamado pouco e dormido muito. Mesmo assim está engordando e crescendo a olhos vistos. Coisas que a matemática não explica...
Ama brincar de "superbebê" com o papai.
Chuta a barriga da mamãe, do papai e da vovó o tempo inteiro. Tenta escalar nosso colo até praticamente subir em nossos ombros...
Admira cada detalhe do seu quartinho e faz questão de olhar os nichos, o abajur, a ovelhinha pendurada no lustre. Chega a parar de mamar para olhar os objetos.
Brinca com chocalhos e agarra e morde as bonecas.
Baba muito, principalmente no fim da tarde... ignoro o motivo, já que a pediatra dela disse que dentes ainda não estão parecendo que virão tão cedo...
Instalamos uma régua do crescimento atrás da porta do quartinho dela e já tem 3 fotos, uma com uma média de 50 cm, outra com 55 cm e outra com 65 cm.
Na próxima consulta dela à pediatra, já poderemos inserir a quarta foto na régua... hehe.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Notícias Ruins


A maternidade muda algo dentro de cada mulher... notícias que antes causavam uma pena de duração de alguns segundos agora causam mais: provocam uma espécie de aperto no coração que dá vontade de chorar e esse aperto dura dias e dias. Hoje vi no noticiário um acidente causado por um deslizamento de terra na rodovia Rio-Teresópolis, que ceifou a vida de um casal e seu bebê de apenas 6 meses... só escapou a avó da criança, que ainda vai ficar um bom período sorvendo esse cálice amargo, o cálice da lembrança e da saudade...
No começo de outubro, uma chacina no Sul com tiroteio atingiu uma mãe e um bebê de 5 meses que estavam passando de carro no local. Como deve estar essa família agora? Que noites de sono maldormidas essas pessoas devem estar enfrentando?
E quantas outras notícias têm nos bombardeado referentes às crianças?
Será que eu é que nunca havia reparado em como são constantes esses episódios ou será que realmente este segundo semestre de 2009 está mais desastroso?
Sabemos, como cristãos, que este mundo jaz no maligno... mas a maternidade traz um pouco de esperança de que as coisas vão melhorar um pouco, de que o mundo é cor-de-rosa... aí chegam essas notícias que nos chacoalham, nos comovem e nos fazem despertar para a realidade:
O Brasil precisa de oração, mais do que nunca... precisa de Deus. Urgente!

domingo, 15 de novembro de 2009

Niver Vovó







Su se comportou como uma lady no aniversário da vovó, que foi num café colonial relativamente perto da nossa casa. Ficou boa parte do tempo acordada, mas quietinha, observando tudo. Depois de um certo tempo não aguentou e dormiu...rs. Afinal estava quente demais, clima propício a um soninho.
Depois do aniversário, fomos todos à casa do tio Luiz e da tia Maria para conhecer a priminha de quatro patas, a Petra.
Mas a Su não chegou muito perto da gatinha porque o papai ficou receoso de um contato tão prematuro com animais... E também porque a mini-humana ficou muito bem acomodada no colo da aniversariante... hehe
Mas a mini-felina é uma gracinha e nada arisca!

sábado, 14 de novembro de 2009

Adeus, Minimalismo! :)




Aqui em casa sempre reinou a regra do minimalismo na decoração. Nada de bibelôs, nada de enfeitinhos. Só o mínimo necessário em cima dos móveis e se houvesse algum enfeite, que fosse só um, ou no máximo três. Mais que isso parecia bagunça.
Mas com bebê em casa o minimalismo foi pras cucuias...rs
Nossa casa se divide entre "Antes da Su" e "Depois da Su".
A.S. e D.S.
Só que não dá pra negar: é uma doce bagunça, né?

O velho e o novo



Dá pra entender por que amamos a Mavica, né? Essas fotos foram tiradas em seguida uma da outra.
A primeira foto foi tirada com o celular em resolução 3MP e a história foi assim: Wind passou pela cozinha, onde estava o carrinho da Su e estava na hora da sonequinha dela. Ela detesta que as tiaras escorreguem e caiam nos seus olhos, mas o sono era tanto naquela hora que ela nem ligou e continuou dormindo, parecia vendada. Tiramos foto rapidamente, pois o celular estava mais à mão.
A segunda foto foi tirada na sequência com a Mavica, igualmente em resolução 3MP: como ela continuava dormindo, pegamos a Mavica e ligamos, mas a câmera é mais lenta... nesse tempo Su foi se remexendo no carrinho, a tiara escorregou mais, ela começou a abrir os olhos... mas ainda deu pra pegar Su acordando com a tiarinha caindo na boca... rs

Nossas máquinas




Amamos nossa máquina fotográfica digital, uma Mavica que foi comprada em 2004 e por enquanto está muito bem, obrigado. Funciona com mini CDs, o que deixa muita gente boquiaberta.
Mas é claro que, como ela tem 5 anos, a resolução já não é "de ponta" (5 MP) e ela vem apresentando alguns probleminhas mecânicos facilmente contornáveis.
Apesar disso, amamos esta máquina apaixonadamente. Ela foi uma excelente compra e já se pagou há muito tempo. Além de tudo, ela possui um filtro de cores fantástico, que não se acha em nenhuma máquina que é supostamente mais "avançada".
Já deu pra notar que quem ousa falar mal da Mavica perto de nós leva uma mordida, né? hahaha.
Já tiramos várias fotos maravilhosas dos filhos de amigos e parentes ao longo destes 5 anos. Agora estamos reservando os "últimos suspiros" dela (que esperamos que sejam loooongos) para fotografar a Su.
Para tirar fotos mais cotidianas, agora temos o brinquedinho do Wind, o celular mais top de linha que já vimos...rs
Quebra o galho com fotos de 3 MP e é mais fácil andar por aí com um celular do que com uma bolsona estufada com a máquina, CDs, cabos e carregadores de bateria. Isso é importantíssimo quando se considera a fase em que estamos: tendo que carregar também bebê-conforto/carrinho, mala do bebê, paninhos de boca mil... ufa! Então uma coisa a menos pra carregar é sempre uma boa.
O único porém do celular é deixa as fotos com uma textura meio "areada", mas pra registrar coisas do dia-a-dia tá supervalendo!
Este são alguns momentos captados pelo brinquedinho... Su agarrando o chocalho do carrinho sozinha pela primeira vez, como se estivesse puxando cordinha de ônibus...rs; Su no jardim do condomínio com a mamãe e Su dormindo no supermercado...

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Ei, pessoal!


Olha o que eu já sei fazer!
Seguro por pouco tempo alguns objetos, mas já consigo pegar! Também aprendi a me "auto-ninar", dando petelecos na minha própria orelha e esfregando uma fraldinha na cara...sou uma mocinha quase independente!

domingo, 8 de novembro de 2009

Domingo...


video









video

Hoje, no caminho para a igreja, fotografamos os ipês roxos na cidade com o celular novo do Wind, o brinquedinho mais novo da casa...rs. Depois a Su foi pro cultinho matutino no berçário. Depois de mamar, foi acompanhar alguns familiares na Chinesa (o restaurante de melhor custo-benefício da cidade) e caiu no colo dos avós, tios e priminhos. A tia Chinesa brincou bastante com ela, afinal ela nos viu recém-casados, casados de anos, grávidos e agora em família...Depois do almoço, o calor estava muito forte e Su teve que voltar pra casa em caráter de urgência para tomar um banho. Aí foi para a casa dos avós paternos (e lá ela ganhou um chinelinho azul; obrigada, tia Dea) e depois foi para os avós maternos brincar de "índio" com a vovó...rs.
Já era noite quando voltou para casa, muito cansada de tantas aventuras!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Visitando a Tia Médica


Hoje a Su foi conferir peso e altura...6.080kg e 63 cm.
Na balança deu mais porque ela estava mexendo muito na hora da foto...rs
Fofolete gudussa!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Ontem...


Foi ontem que começou...Su está levantando os pés com vontade e começando a visualizá-los... acho que não demora para colocá-los na boca também, já que as mãos...essas, tadinhas, já são impiedosamente devoradas o dia inteiro...rs

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Bodas de Papoula/ Barro



Comemoramos nossos 8 anos de casamento brindando com os copos que a bisavó da Su nos deu. São os copos do casamento dela, em 1940!
Quase setenta anos e continuam lindos!
São Bodas de Papoula ou Barro...BARRO? Fala sério...rs. Só se for barro nas mãos do Oleiro (Deus), aí até que é legal, tem todo um significado espiritual de pessoas que se deixam moldar por Deus, que sabem ceder etc.
Ou talvez seja simplesmente a visão romântica de pessoas que entram no casamento com manias e personalidades diferentes uma da outra; e com o tempo vão se afiando, aparando as arestas e ficam cada ano mais parecidas...deve ser por isso que deram essa nomenclatura.
Mas que "Bodas de Barro" soa muito estranho, isso soa... "Papoula" parece bem mais romântico.
São as primeiras bodas com a Su.
Enfim, sejamos agradecidos a Deus por termos achado a popularmente conhecida "metade da laranja" e brindemos com os copos quase septagenários!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Apresentação na Igreja


Ontem foi a dedicação da Su para Deus. Havia outros 3 bebês sendo apresentados junto com ela. O dia estava bem quente e os bebês estavam, digamos ,um pouco irritados, inquietos... mas Su se comportou como uma lady.
Esta foi a única foto que um amigo do papai Wind conseguiu tirar, pois ele estava de longe. Mas tudo bem, vale como recordação.