domingo, 12 de maio de 2013

BC Série "Mamãe Tá de Olho" - Cotidiano de Mãe





A autora do blog Mamãe Nádia (http://www.asosmamaenadia.com/) e da ilustração acima fez uma proposta semana passada:

que as mães descrevessem da maneira que desejassem como é um dia das suas vidas como mães...
Talvez mais para registro próprio, talvez por curiosidade de saber do dia-a-dia de outras mães de pequeninos, pareceu superinteressante tentar descrever o cotidiano de uma mãe de menina de quase 4 anos.
Um dia, há 2 ou 3 anos, a rotina foi totalmente outra, com horários regrados e muito mais rigidez. Hoje a rédea se afrouxou um pouco, as interferências na rotina já não causam mais alterações de soneca/ irritabilidade e as interrupções ficaram bem menos estressantes.O sono também ficou mais pesado, tanto de mãe como de filha e o recompor-se ficou mais acessível. O que não significa que o dia ficou mais folgado. Pelo contrário, as tarefas se reinventam a todo momento e, comumente, se acumulam.
Eis o exemplo de um dia de semana comum, juntamente com horários que, vale frisar,  não são uma lei dos medos e persas, são apenas para referência:
Entre 6:30 e 7:00 - o negócio é acordar, se arrumar, tomar café, pegar a marmita e a fruta do dia, deixar o uniforme da filhota à vista;
Entre 7:00-7:30 - sair e andar até o ponto de ônibus;
7:30-8:00 - ler no ônibus. Saltar no ponto de destino e caminhar o trecho até o trabalho.
8:00 - chegar ao trabalho;
10:00 - por volta desse horário, bate saudade de estar com a filhotinha, em casa, sossegada com a família... e surgem questionamentos do tipo "não queimei sutiã na praça, ninguém pediu minha opinião pra começar o movimento feminista, então por que esse negócio de eu ter que fazer jornada tripla de trabalho?" Mas aí o dever chama e os questionamentos ficam lá no fundo da mente, guardadinhos, esperando o dia seguinte chegar... geralmente, nesse mesmo bat-horário...
15:00 - sair do trabalho;
15:30 e 16:00 - esperar no ponto do ônibus; entrar no ônibus, dependendo do horário em que ele passa;
16:00 e 16:40 - chegar em casa; caminhar o trecho até chegar em casa (o menor trecho do dia, apenas 1 quarteirão e meio);
16:40 e 17:40 - tempo mais ou menos livre, usado geralmente para guardar roupa que estava na secadora de manhã, lavar louça do almoço do marido, escorrer a louça ou secar e guardar de uma vez, fazer devocional, ver o que der de e-mails pessoais, beliscar alguma coisa, arrumar alguma gaveta. Em 1 hora/ 1 hora e pouco não dá pra querer abraçar o mundo, mas dá pra adiantar algo...
17:40 - ir com o marido buscar a filhotinha na escola;
18:00 - perguntar como foi o dia, quem fez o penteado diferente no cabelo, o que comeu, se comeu, com quem brincou, com quem brigou, por quê, como e onde, se obedeceu à professora. Responder a vários "por quês" da filhotinha, de toda raça e espécie...
18:20 - chegar em casa, recolher roupa suja da mochila e colocar na máquina de lavar, repor alguma peça de roupa da mochila que tiver sido usada, ler a agenda da escola (ultimamente não estão vindo muitos recados, mas tem que olhar todos os dias) inventar algo para jantar - seja fazer do zero ou comprar, ou comer alguma sobra do jantar do dia anterior ou sobra do almoço do dia, caso o marido tenha feito. Este tempo também é usado para ir ao mercado, dependendo da necessidade; e este tempo também é usado, dependendo do dia, para providenciar tinta, lápis, papel, massinha, pincel, livro de atividades, quebra-cabeça, desenterrar brinquedos do fundo do baú, abrir caixas de jogos, dar mais explicações a mais "por quês" etc;
20:00 - iniciar jantar, tentar convencer a filhotinha a comer. Se der, comer junto com ela, se não, continuar as tarefas na cozinha e deixar pra jantar mais tarde;
21:00 - banho da filhotinha, esquema de revezamento com o papai. Ou papai dá banho (com escovação e fio dental) e mamãe enxuga e veste, ou vice-versa. Escolher o pijama da noite. Colocar o uniforme que ela estava vestindo na máquina;
21:30 - ir para a cama com a filhotinha, ver um desenho (se der tempo), contar historinha, fazer devocional com ela, orar e mandá-la dormir.
22:00 - programar a máquina para enfim lavar toda a roupa suja da escola - tanto a que estava na mochila quando a que ela estava usando (a lavagem é tarefa diária), lavar a louça do jantar, tomar banho (se não tiver tomado banho anteriormente com a filhotinha), retocar alguma unha quebrada/lascada/trincada (sempre há), ver e-mails pessoais/blog, montar a marmita para o dia seguinte, tirar a roupa da máquina e colocar para secar, tomar remédio. Esse tempo também é usado para tentar arrumar algum cômodo da casa, lavar banheiros, guardar algum brinquedo que tenha ficado espalhado.Verificar se as portas estão trancadas, torneiras fechadas, gás desligado, filha e marido devidamente cobertos, despertador ligado.
0:00 - 2:00 - deitar. Se houver disposição ainda e a tv estiver livre, tentar ver noticiário ou outro programa qualquer. E mais importante, tentar não dormir no meio do programa... e depois enfim, cair no sono, porque no dia seguinte tem mais!

Nos fins de semana e feriados, tudo isso é bem diferente, mas parece mais realístico descrever um dia útil mesmo. ... :) Gostaria de mudar em alguns aspectos, mas por enquanto é assim que a rotina anda...



12 comentários:

  1. Oi amiga querida, um feliz dia das mães pra você!
    Que não apenas hoje, mas que em todos os dias você tenha consciência da importância do seu papel. Todos os esforços que fazemos pelo melhor dos nossos filhos não são em vão. Apesar de não serem reconhecidos, são de extrema importância, e lá no céu há Alguém que vê todo esse empenho.
    Os filhos são nosso maior tesouro, ser mãe é nosso principal papel, e você faz isso muito bem!Desejo que Deus te abençõe ricamente, pois você merece! És uma mãezona, e uma inspiração pra mim.
    Passa lá no meu blog e confere o meu post especial com as fotos dos meus presentes de dia das mães, e vem passar um dia junto comigo, através do meu vídeo especial!
    Beijos!

    www.asosmamaenadia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Nádia... estou curtindo muito seus relatos de adaptação a outro país. Abração!

      Excluir
  2. E será que tem alguém a dizer que nossa rotinha é fácil?
    Bjus e obg pela participação,
    Genis ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida. Gostei de ver sua rotina também, curti sua capacidade de se virar nos 30... hehehe.

      Excluir
  3. É puxado ne...
    Ainda bem que tudo vale a pena quando chegamos em casa e vemos aquelas carinhas lindas!
    Um Feliz Dia das Mães para você viu ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Pra você também, Rafaella, Feliz Dia das Mães atrasado (nem tanto, afinal todo dia é dia das mães!:))

      Excluir
  4. É amiga posso ver como é sua luta diária.
    Fique certa que Deus está provendo-a a cada dia com força e sabedoria.
    FELIZ DIA DAS MÃES
    Te amo
    Toninha do Papo de Mãe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém! Obrigada pelas palavras e pelo carinho, Toninha! Feliz Dia das Mães atrasado (bom, nem tanto, afinal todo dia é dia das mães!:))

      Excluir
  5. Ser mãe é uma tarefa difícil, nada fácil
    mais vale muito a pena.
    feliz dia das mães.

    Desejo que seus dias sejam: Gostoso como chocolate,
    () () ( ‘.’ ) (“)_(“) Doce como algodão-doce,
    Luminoso como a luz do sol,
    () () ( ‘.’ ) (“)_(“) Colorido como o arco-íris,
    Alegre como as flores.
    () () ( ‘.’ ) (“)_(“)” E Cheia De amor e vida.

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Nanda! Dias alegres e coloridos sempre aparecem no meio das tarefas diárias. Feliz Dia das Mães pra vc também, afinal nosso dia é todo dia! hehe

      Excluir
  6. Nossa Lú! Vc é uma mulher e tanto!Não pára nunca! Adorei o "tempo meio livre", mulher sempre acha o que fazer né. Achei muito bacaba esse momento devocional seu e com sua filha. Que Deus abençoe muito vcs!bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras de encorajamento, Rita. Realmente o momento devocional é especial e esperado, assim a gente planta uma sementinha desde que eles são pequenininhos. Que Deus esteja sempre à frente dos seus projetos. Abração!

      Excluir

VIPs opinaram